sexta-feira, 1 de junho de 2012

Que arco é esse?



E vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos, e ouvi um dos quatro seres viventes dizer numa voz como de trovão: Vem!
Olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vencendo, e para vencer.”
(Apocalipse 6.1-2)

Este selo nos trás cinco pontos coerentes e absolutos, totalmente inconfundíveis para identificar este cavaleiro, os quais são:

1º ponto: O Cavalo 
O cavalo refere-se a um trono, ou,
 a um período de tempo referente a essa profecia.

O cavalo descrito por João refere-se a um trono, ou seja, ao primeiro período ou primeira profecia dentre as quatro profecias a se cumprirem, pois vemos em Apocalipse 6 que só quatro selos são lidos, e os outros três selos João recebeu em visões para que se cumpra o que fora dito a Daniel quanto a O selar a visão e a profecia.

Em Apocalipse 20.11 lemos:
“E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles.”

2º ponto: A Cor do cavalo

A cor branca do cavalo significa a verdade e fidelidade com que julga o seu cavaleiro mais exatamente a JUSTIÇA de Deus.

Em Apocalipse 19.11-16 vemos claramente essa questão:
E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. Os seus olhos eram como chama de fogo; sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.Estava vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual se chama é o Verbo de Deus.Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.
Da sua boca saía uma espada afiada, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso.
No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.”


3º ponto: O arco

Vemos que o cavaleiro tem um arco, porém, sem identificação desse arco, o que com certeza identificaria facilmente este cavaleiro, então, quê arco seria este?

Seria um arco de atirar flechas ou um arco-íris? 

Imediatamente fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono; e aquele que estava assentado era, na aparência, semelhante a uma pedra de jaspe e sárdio; e havia ao redor do trono um arco-íris semelhante, na aparência, à esmeralda.”
                                                                                               (Apocalipse 4.2-3)

      Em Ezequiel vemos a seguinte descrição desse mesmo arco:
E sobre o firmamento, que estava por cima das suas cabeças, havia uma semelhança de trono, como a aparência duma safira; e sobre a semelhança do trono havia como que a semelhança dum homem, no alto, sobre ele.
E vi como o brilho de âmbar, como o aspecto do fogo pelo interior dele ao redor desde a semelhança dos seus lombos, e daí para cima; e, desde a semelhança dos seus lombos, e daí para baixo, vi como a semelhança de fogo, e havia um resplendor ao redor dele.
O arco descrito do 1° cavaleiro refere-se
 à glória de Deus ao redor do seu trono.

O arco descrito do 1° cavaleiro refere-se à glória de Deus ao redor do seu trono.
Como o aspecto do arco que aparece na nuvem no dia da chuva, assim era o aspecto do resplendor em redor. Este era o aspecto da semelhança da glória do Senhor; e, vendo isso, caí com o rosto em terra, e ouvi uma voz de quem falava.”
                                                                                 (Ezequiel 1,26-28)
 Comparando com outras referencias como Apoc. 4.1-11 que nos dá uma descrição exata do santuário que esta no céu, apresentando o arco-íris como sendo o reflexo da sua glória em volta do trono no SANTUÁRIO DO TESTEMUNHO NO CÉU (Apoc. 15.5), vemos que o trono de Deus tem ao seu redor um arco-íris semelhante na aparência a uma esmeralda.

E se comparando com outras escrituras descobriremos ainda o quarto aspecto inerente relacionado a esse cavaleiro.

 4º ponto: A Coroa


O cordeiro que venceu e foi coroado de dignidade, a quem vemos que lhe foram dados os títulos de Leão da tribo de Judá e Raiz de Davi, e esses títulos são referidos nas profecias, títulos das escrituras da verdade escritas no livro da vida do cordeiro desde a fundação do mundo. E a coroa com a qual foi coroado para que toda escritura seja cumprida, pois um dos fatos inerentes dessa coroa e do saiu vencendo e para vencer é o abrir o livro e o romper os seus selos.
Em Apocalipse 19:12 relata:
“...sobre a sua cabeça havia muitos diademas...” Se relaciona diretamente ao título “Rei dos reis”.
Essa coroa sempre pertenceu e sempre pertencerá ao único Deus verdadeiro, pois Ele é quem se assentou no trono, e assentou o seu cordeiro à sua destra, sim o seu cordeiro - o seu livro que escreveu por dentro e por fora - o livro da vida do cordeiro.

Em Apocalipse 5.1-5 descreve o seguinte ponto:
Vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos. Vi também um anjo forte, clamando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de romper os seus selos?
E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque não fora achado ninguém digno de abrir o livro nem de olhar para ele. E disse-me um dentre os anciãos: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos.”

5º ponto: Saiu vencendo e para vencer



A expressão “saiu vencendo e para vencer” quando bem analisada, encontramos até mesmo o cumprimento do quinto selo do qual ainda comentaremos. E entre outras grandes vitórias destacamos a principal de todas elas que foi o vencer para abrir o livro e o romper os seus
sete selos como citamos na referência acima, e também da qual Ele mesmo disse “Eu venci o mundo”, pois como Ele venceu senão como Homem que se fez.

Vi na destra do que estava assentado sobre o trono 
um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos.” (Apocalipse 5,1)


E mais em João 16.33 destaca-se:
Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”
O “para vencer” nos indica bem claro que refere-se ao tempo futuro, e a palavra da escritura da verdade nos mostra que o cordeiro venceu e foi coroado de dignidade, nos deixando absolutamente claro que somente a Ele pode pertencer este “para vencer”.     


Em Apocalipse 17.14 destaca-se o tempo futuro que nos leva claramente a questão do “para vencer”.
Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os que estão com ele, os chamados, e eleitos, e fiéis.”


 “E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e os céus; e não foi achado lugar para eles.”
                                                                                 (Apocalipse 20.11)

Concluímos então com todas as referências já apresentada, bem exatamente que este cavaleiro jamais poderia ser o anticristo como já fora dito por aí em escatologias medíocres que não passam de apostasias, pois bem analisado como aqui estamos apresentando concluímos com clareza e riqueza de referências das escrituras de verdade que este cavaleiro é o Senhor Jesus, o único Deus verdadeiro. (I Jo. 5-20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário