quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

E1- Saul e a pitonisa de Em-Dor (o engano de ontem e de hoje)

Você conhece essa história de Saul que está registrada em I Samuel? E a história de quando ele consultou uma pitonisa? O interessante é que diante de histórias como essa de Saul, as pessoas, apos fazerem uma simples leitura da bíblia, já se firmam em convicções e posições, que muitas vezes se apresentam contrárias à verdade, sustentando o seu próprio “achar” ou o “eu creio que seja assim”, e com um detalhe: não examinando as escrituras. Com tudo isso vemos que a verdade está muito bem guardada. Mas antes de entrarmos no mérito dessa história, vamos observar:
Qual a explicação dada pelas escrituras quanto aqueles que já morreram?
“Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento”. ( Eclesiastes 9:5)
“E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo,” (Hebreus 9:27 )
O que Deus fala sobre as pessoas que consultam aqueles que já morreram?
“Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus?
Acaso a favor dos vivos consultará os mortos?” ( Isaías 8:19).
   “Quanto àquele que se voltar para os que consultam os mortos e para os feiticeiros, prostituindo-se após eles, porei o meu rosto contra aquele homem, e o extirparei do meio do seu povo”. (Levítico 20:6 ) "A feiticeira não deixarás viver"( êxodo 22:18).
 “O homem ou mulher que consultar os mortos ou for feiticeiro, certamente será morto. Serão apedrejados, e o seu sangue será sobre eles”. (Dt. 20, 27).
 O que aconteceu em I Samuel 28? Aquele era Samuel? 
Vemos que Saul estava perturbado diante de todos os males que ele mesmo tinha praticado, e como consequência disso, o Senhor ausentou-se dele. Samuel já havia morrido. Então quando estava em agonia foi até uma localidade consultar a uma mulher que praticava a necromancia, ou seja, consultava aos mortos: Vamos examinar o versículo: “Perguntou-lhe ele: Como é a sua figura? E disse ela: Vem subindo um ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e lhe fez reverência”. E a própria palavra revela: quem entendeu dessa forma foi Saul.
 Saul deixou-se enganar por acreditar na mulher.
 Alguns refutam dizendo: “Podemos debater se seria justo ou lógico Deus permitir Samuel voltar para falar com Saul. Mas, no final, temos que decidir se vamos basear nossas conclusões no nosso raciocínio e lógica, ou naquilo que a própria Bíblia diz. Neste caso, a Bíblia diz que quem apareceu e quem falou foi Samuel. Quem se sente apto para falar contra o que a própria Bíblia diz neste caso?”
Diante de uma afirmação como essa, eu respondo: a Bíblia não se resume apenas no livro de Samuel, fato é que Jesus ordenou examinarmos as escrituras (escrituras no plural).
  Conclusão: Samuel não poderia estar ali, visto que naquela ocasião ele já estava morto ( mas estava em um lugar descrito em Lucas 16: seio de Abraão).
A verdade é que Saul se enganou, acreditando em mentiras, o que é comum hoje em dia. E se você acreditar que realmente era o profeta Samuel que apareceu ali, e usar de afirmações como essa anteriormente citada para defender a sua ideia, você também está enganado.
Hoje, assim como aquela mulher enganou Saul, assim hoje o engano se apresenta de várias formas. Veja exemplos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário