terça-feira, 8 de janeiro de 2013

E2-Era Moisés que estava no monte?


Abordo uma questão que diz respeito ao relato de Mateus 17,3 e também encontrado em Lucas capítulo 9, 28-31, que diz:
 “Cerca de oito dias depois de ter proferido essas palavras, tomou Jesus consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte para orar.
Enquanto ele orava, mudou-se a aparência do seu rosto, e a sua roupa tornou-se branca e resplandecente.
E eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias, os quais apareceram com glória, e falavam da sua partida que estava para cumprir-se em Jerusalém”.
A questão apresentada é: era Moisés que estava ali no monte? Sendo que Moisés morreu e foi sepultado pelo Senhor, conforme deuteronômio 34, 5-6 que diz: “ Assim Moisés, servo do Senhor, morreu ali na terra de Moabe, conforme o dito do Senhor, que o sepultou no vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura”.

Diante dessa palavra você pode argumentar: a bíblia afirma que quem estava no monte com Jesus eram Moisés e Elias, Tiago, Pedro e João. E eu não vou contra o que ela diz. Então era sim Moisés!
Mas temos que observar que existe uma ordem quanto a essas questões, e Jesus disse: “examinais as escrituras....” pois vemos que as escrituras testificam dele, de Jesus, ou seja, aquilo que conhecemos de Deus, se revela nas escrituras. O detalhe é que quando se diz “escrituras” se diz respeito a vários livros inspirados (Gênesis, Salmos, Isaías etc...), que não dão margens para ninguém tentar se basear em apenas um ou dois versículos isolados da bíblia, querendo afirmar coisas segundo a sua própria vontade ou a sua própria análise.
E para entendermos essa questão, a bíblia enfatiza que após a morte não há possibilidade de reencarnações ou de pessoa mortas voltarem para "conversar" ou ter "comunicação" com alguém que está vivo (dúvidas consulte o tópico Saul e a pitonisa de Em-dor), pois estes são princípios que fazem parte daquilo que conhecemos como verdade segundo a realidade de Deus, e está confirmada pela palavra da verdade.
A verdade é que não era Moisés aquele que estava ali no monte com Jesus e os discípulos, pois só poderiam comparecer ali quem estivesse vivo.
Mas você pode também querer dizer: se Deus quiser ele poderia fazer com que Moisés estivesse ali, falando com Jesus! Deus pode tudo.
Esse argumento se torna inválido diante das escrituras, pois contradiz a realidade e a veracidade das palavras de Deus, pois vemos que segundo está relatado em Jeremias 1:12: “Então me disse o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.”, ou seja, Deus preordenou todas as coisas e todas elas são conforme a sua própria vontade, e nada pode ir além delas, e ele não pode ir contra aquilo que ele mesmo determinou.

2 comentários:

  1. Mas se não era MOISÉS QUE ERA ENTÃO?

    Em Cristo

    ResponderExcluir
  2. ve o detalhe: Pedro viu dois homens e deduziu pela aparencia um ser Elias e outro Moisés. Elias ele acertou,sobre essa pessoa que ele associou a Moises, é uma pessoa que tem um detalhe da sua história semelhante a Elias......ele viveu a muito tempo atras e tambem ta vivo.sobre ele eu vou postar o assunto completo em breve.
    a paz

    ResponderExcluir